Fique por dentro das novidades e saia na frente

Receba e-mails semanalmente com novidades.

 

 

Como calcular o preço do produto com base no custo da última entrada

Postado por Márley Nolêto

Postado em 19/01/2016 15:00:00


As primeiras medidas para que o preço de venda seja definido é saber quanto vai custar para que as suas mercadorias sejam comercializadas. Uma das maneiras mais eficazes para isso é definir o preço do produto a partir do custo da última entrada. Após você descobrir esse valor, é hora de definir quanto cobrar do cliente.

A definição do preço de venda é algo que deve ser feito com cuidado extremo, pois fazê-la de forma errada pode acarretar grande prejuízo para o seu empreendimento. Nenhum centavo deve ser ignorado: em um grande volume de vendas, isso fará uma enorme diferença para a saúde financeira do seu negócio. Por isso, neste post explicaremos como calcular o preço do produto com base no custo da última entrada, confira:

O que é o custo da última entrada?

custo da última entrada é o método mais comum de reajuste de preços no varejo. Trata-se do valor que efetivamente foi pago pelo produto.

A maioria dos varejistas utiliza esse método para valorizar o estoque que já existe na empresa, ou até mesmo realizar promoções para os consumidores. Tendo em vista que o custo da última entrada leva em consideração o valor do frete, descontos e tributos presentes na última nota fiscal recebida, por consequência, o valor dos produtos à venda pode tanto aumentar quanto diminuir, dependendo do valor da nota atualizada.

E como calcular o preço do produto de acordo com esse parâmetro?

Na verdade, isso é bastante simples. Em nosso artigo “Como calcular o preço de venda com base no custo real de um produto?”, explicamos a fórmula de cálculo do valor final ao consumidor, tomando como base os custos fixos, variados e a margem de lucro desejada, de forma que o empreendimento se torne viável.

A grande diferença aqui é que os valores base são determinados por unidade, de acordo com a última entrega realizada pelo fornecedor para determinado produto. Isso leva em conta o que está descrito na nota fiscal, principalmente o valor do frete, os descontos, os impostos e tributos aplicados e o valor da mercadoria em si. Esse cálculo afeta inclusive os produtos que já estão em estoque.

Esse tipo de cálculo deverá ser sempre aplicado às mercadorias?

Teoricamente não. Na verdade, isso dependerá da forma como você administra o seu negócio, pois o cálculo do preço do produto de acordo com o custo da última entrada altera bruscamente o valor de suas mercadorias ao consumidor. Portanto, caso o aumento seja considerável, isso afetará diretamente a competitividade do seu empreendimento diante da concorrência, cabendo ao gestor realizar a compensação entre um produto e outro, visando à manutenção da lucratividade auxiliada também pelo quão atrativo o seu empreendimento consegue ser.

A verdade é que a gestão do varejo é algo que deve ser feito com extrema atenção eorganização, de forma que as melhores decisões possam ser tomadas a partir das informações disponibilizadas pelas soluções automatizadas, e também da perspicácia de quem administra o empreendimento. Essa é a principal fórmula para superar os períodos de baixa.

E no seu empreendimento? Como é feito o cálculo do preço do produto ao consumidor? Aproveite o espaço para comentários e converse com a gente!

voltar