Fique por dentro das novidades e saia na frente

Receba e-mails semanalmente com novidades.

 

 

Como calcular o preço de venda dos seus produtos em 5 passos

Postado por MÁRLEY NOLÊTO

Postado em 24/09/2015 17:45:00


Conceitualmente, existem 2 maneiras de se precificar produtos: a primeira é baseada em um percentual de lucro calculado sobre os custos de produção ou sobre o valor das vendas e a segunda é baseada nos valores que os consumidores estão dispostos a pagar em conjunto com o que os concorrentes vêm aplicando. Como a maioria dos mercados consumidores é bem aquecida, o empresário acaba se encontrando em um dilema: como calcular o preço de venda de maneira correta? Como fazê-lo ficar interessante para a minha empresa, para os meus clientes, mas não para os meus concorrentes? Não é uma tarefa das mais fáceis, mas neste post, nós indicaremos 5 passos para uma efetiva precificação dos produtos. Vamos a eles!

1. Entenda o regime tributário da sua empresa

O regime tributário escolhido pela sua empresa serve de referência para os seus custos finais, pois o Simples, por exemplo, dá uma série de benefícios para as empresas, mas retira os direitos aos créditos tributários. Já no Lucro Presumido e no Lucro Real, existe a possibilidade de créditos tributários, mas para a substituição tributária, o crédito será condicionado ao tipo de produto que é comercializado.

2. Calcule os custos e despesas dos seus produtos

Quanto melhores forem os controles sobre as operações da sua empresa, melhor será a definição dos custos dos seus produtos. Nestes casos, separe-os em fixos e variáveis. Os variáveis não se repetem mensalmente, como é o caso de comissões sobre a venda dos produto, além de impostos sobre vendas e fretes e marketing e propaganda. No caso dos fixos, como o aluguel e seguros, por exemplo, estes ocorrerão com periodicidade definida, independentemente dos seus valores.

3. Compare seus preços com o mercado

Se o seu produto não tiver diferencial em relação a seus concorrentes, você não terá razão para praticar preços mais elevados que os deles. Procure ficar no mesmo patamar, 5% abaixo se conseguir. Exemplificando, se o preço médio dos seus concorrentes para produtos similares aos seus é de R$100, verifique se consegue vender por R$95. Não suba nem abaixe muito para não prejudicar a todos no mercado, pois isso fará com que seu cliente não mais queira pagar os R$100. Caso você não consiga praticar os R$100 por custos elevados, reveja seus métodos de produção ou de aquisições. Afinal de contas, você já tem uma ajuda e tanto para verificar se está gastando muito ou não: seus próprios concorrentes estão te dizendo que conseguem sobreviver vendendo por R$100. Por que você não consegue?

4. Defina a margem de lucro e o preço de venda líquido do produto

Qual é o percentual de lucro desejado para seus produtos? Produtos com maior valor agregado e inovação garantem maiores margens. O preço de venda líquido é definido por uma fórmula matemática, que é o custo de produção ou aquisição dividido por um menos a margem de lucro em percentual. Se sua margem de lucro é de 10%, os custos deverão ser divididos por 0,90, a título de exemplo.

Neste caso, se o custo de produção ou de aquisição for de R$100 e sua margem de lucro for de 10%, o preço de venda será de R$111,11. Esse valor vem da divisão de R$100 por 0,90 (1 - 0,10). A margem de lucro representa 10%, ou seja, 0,1.

5. Defina o preço de tabela

O preço de tabela é aquele que será oferecido para o seu cliente no primeiro contato dele com o seu produto. Nele, estão todos os custos de produção para as indústrias e, no caso de empresas comerciais, os custos de aquisição somados aos gastos administrativos, eventuais comissões, a margem de lucro e, inclusive, o desconto que você suportará dar a ele. Para definir com mais sucesso o preço de venda, o seu contador pode ajudar analisando seus números com o regime tributário vigente.

Ter uma boa política de preços é importantíssimo para se manter vivo no mercado e quanto mais bem definido for o preço de venda dos seus produtos, mais seus resultados podem ser aumentados.

Agora que você já sabe como calcular o preço de venda dos produtos, que tal compartilhar estas informações com seus amigos para que eles também fiquem sabendo?

voltar