Fique por dentro das novidades e saia na frente

Receba e-mails semanalmente com novidades.

 

 

Aprenda a fazer a Demonstração do Resultado do Exercício - DRE

Postado por Márley Nolêto

Postado em 23/05/2016 15:00:00


Aprenda a fazer a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)

A Demonstração do Resultado do Exercício — DRE — é um tipo de relatório financeiro que aponta qual é o resultado líquido da empresa em determinado período, seja ele lucro ou prejuízo. Ela é uma das obrigações mais importantes que um negócio possui, visto que, além de ajudar na compreensão do resultado, auxilia gestores no processo de tomada de decisão e na elaboração de um planejamento operacional mais adequado.

A seguir, vamos explicar melhor quais informações devem estar contidas em uma DRE e como ela pode ser estruturada. Continue acompanhando e saiba mais!

1. Receitas

Inclui todas as entradas de dinheiro no caixa ou direitos que a empresa possui sobre itens que sejam de sua propriedade — como bens ou mercadorias, por exemplo. Inclui receitas sobre as vendas dos produtos, sobre a prestação de serviços, recebimentos de juros, rendimentos de aplicações financeiras, royalties, entre outras.

2. Deduções e abatimentos

Compreende as deduções dos impostos que incidem sobre os preços de vendas (como ICMS e ISS) e também os descontos que são oferecidos, além das devoluções de vendas.

3. Receita líquida

O resultado do total de receitas menos o total das deduções e abatimentos.

4. Custo de vendas

São os custos que a empresa absorve para manter suas operações funcionando e vender seus produtos ou serviços. São valores gastos na compra de matéria-prima e transporte, por exemplo.

Nessa categoria estão inclusos: o custo dos produtos vendidos (CPV), o custo das mercadorias vendidas (CMV) e o custo dos serviços prestados (CSP).

5. Lucro bruto

O resultado da diferença entre a receita líquida e os custos de venda.

6. Despesas administrativas

São as despesas fixas necessárias para manter a empresa funcionando, independentemente de haver — ou não — volume de vendas. São contas como energia elétrica, aluguel, água, telefone, entre outras.

7. Despesas com as vendas

Inclui os gastos com pagamento de comissões e custos com pós-vendas.

8. Despesas financeiras

Incluem pagamentos de juros, multas e variações cambiais (no caso de empresas que atuam no comércio exterior).

9. Resultado antes do IRPJ e  da CSLL

Resultado da diferença entre o lucro bruto e as despesas. Ele desconsidera o abatimento que os impostos causam sobre o faturamento.

10. Dedução do IRPJ e da CSLL

Abatimento do Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) sobre o faturamento.

11. Resultado líquido

Esse resultado é proveniente do abatimento dos impostos sobre o lucro bruto. Esse é o resultado real que a empresa apresenta, que pode ser tanto positivo, quanto negativo (prejuízo). Chegar a esse número é importante, principalmente no processo de planejamento operacional e tomadas de decisões importantes -— como, por exemplo, realizar novos investimentos.

A estrutura de uma DRE

Agora que já se sabe a respeito de todas as informações que devem estar contidas em uma Demonstração do Resultado do Exercício, segue uma estrutura montada para a realização dos cálculos, que levará ao resultado líquido. Uma DRE resumida poderia ser estruturada da seguinte forma:

  • (+)Receita com vendas
  • (-) Deduções e abatimentos (sobre a Receita com vendas)
  • (=) Receita Líquida (Receita com as vendas - Deduções e abatimentos)
  • (-) Custos de vendas — CPV, CMV, CSP
  • (=) Lucro Bruto (Receita Líquida - Custos de vendas)
  • (-) Despesas administrativas
  • (-) Despesas com as vendas
  • (-) Despesas financeiras
  • (=) Resultado Antes do IRPJ e da CSLL (Lucro Bruto - Despesas)
  • (-) Abatimentos do IRPJ e da CSLL
  • (=) Resultado Líquido (Resultado Antes do IRPJ e da CSLL - Abatimentos do IRPJ e CSLL)

A estrutura apresentada é apenas um modelo resumido que pode ser usado como exemplo para se chegar ao resultado do negócio em um exercício. Porém, pode haver desdobramentos que fazem com que a Demonstração do Resultado do Exercício seja bem maior e mais complexa — dependendo do nível de detalhamento que o gestor deseja alcançar.

Agora, leitor, aproveite os comentários e nos deixe saber se esse artigo ajudou a esclarecer suas dúvidas a respeito da Demonstração do Resultado do Exercício. Compartilhe suas opiniões conosco!

voltar