Fique por dentro das novidades e saia na frente

Receba e-mails semanalmente com novidades.

 

 

4 passos para entender o Demonstrativo de Resultado da sua empresa

Postado por Márley Nolêto

Postado em 16/05/2016 18:00:00


4 passos para entender o Demonstrativo de Resultado da sua empresa

Administrar um negócio depende muito da capacidade dos gestores de lidar com os números e as estratégias aplicadas de forma a melhorar cada vez mais os resultados de uma empresa. Para isso, diversas ferramentas são utilizadas no dia a dia de um empreendimento para que a situação real de todo o contexto de “perdas e ganhos” seja apresentada da forma mais fiel possível.

O post de hoje traz um dos mais importantes recursos a serem analisados para o conhecimento das finanças de um negócio, e também para a definição de estratégias visando o sucesso. Trata-se do Demonstrativo de Resultado, e nos tópicos abaixo você saberá tudo a respeito de uma das armas mais poderosas do gestor bem-sucedido. Confira!

1. Identificando o que é e para que serve

Muitos empresários ou trabalhadores de diversos setores não sabem do que se trata o demonstrativo de resultado de um negócio, tampouco como identificar as informações ali contidas.

O documento normalmente é apresentado como uma tabela simples, trazendo as informações do lado esquerdo do documento, e os números pertinentes aos dados do lado direito.

Os valores da tabela — também conhecida como DRE —, trazem os resultados de um negócio, ou até mesmo das finanças de uma residência baseados em um intervalo de tempo, o que é extremamente útil para a comparação com períodos anteriores e dessa forma validar decisões a respeito de onde economizar ou investir mais.

2. Os dados apresentados pelo demonstrativo de resultado

O demonstrativo de resultado é um documento bem completo e bastante útil que representa de forma clara, levando em consideração determinado período:

  • Quanto a empresa vendeu;

  • O custo da mercadoria vendida;

  • Quanto foi gasto;

  • Quais foram as despesas;

  • Quanto de imposto foi pago;

  • Quanto sobrou no final do período.

3. Compreendendo o DRE de acordo com as nomenclaturas

Os dados do demonstrativo de resultado apresentados acima, aparecem no documento com nomenclaturas específicas que são:

  • Receita = O dinheiro resultante da venda de produtos ou serviços

  • Custos = O dinheiro pago para produzir algo, vender algo, comprar algo para revender, ou até mesmo quanto foi gasto para desenvolver determinado produto.

  • Despesas = O dinheiro gasto que se converterá em algum momento em receita para a empresa, como, marketing, transporte, energia, aluguel, etc. Ou seja, despesas comerciais, administrativas e financeiras, etc.

  • Lucro = O que sobrou para a empresa.

4. Analisando o demonstrativo de resultado para o crescimento sustentável da empresa

O ideal é que o DRE de determinado período seja comparado com o demonstrativo de outros intervalos de tempo sob dois aspectos principais: o horizontal e o vertical.

Na análise horizontal, normalmente são verificados quais foram os números que aumentaram, e quais diminuíram no comparativo. Vamos citar um exemplo de uma empresa que faz o demonstrativo de resultado anualmente.

Suponhamos que comparando 2014 com 2015, as vendas desse negócio aumentaram em 20%, logo isso quer dizer que o lucro foi maior, certo? Errado. A análise vertical dispõe que apesar do aumento nas vendas, o cálculo de margem de lucro pode ter sido menor, o que por consequência pode demonstrar que na verdade houve uma queda nos ganhos da empresa apesar do maior volume de vendas, permitindo que os gestores modifiquem as estratégias em amplo sentido.

Entendeu a importância do demonstrativo de resultado, e como identificar cada dado desse documento? Caso ainda tenha dúvida, não deixe de falar com a gente no espaço de comentários!

voltar